Maus amigos são aqueles que falando candidamente, insinuando, bajulando e fazendo habilidoso uso das palavras, conquistam o coração dos ignorantes e destroem a bondade da mente das pessoas."
Nitiren Daishonin

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

A Mentira


Já cheguei a ter raiva e não suportar uma pessoa mentirosa, mas hoje, cheguei à conclusão que mentira não é defeito, é doença ou, no mínimo, o pior dos vícios. Não estou falando das mentirinhas inocentes, essas que qualquer um de nós seres humanos, já falamos um dia. Concordo que existem determinadas situações em que mentir pode até ser um ato de bravura.



Na verdade, até reconheço que somos ensinados a mentir desde crianças, muitas vezes pelos nossos próprios pais, que também não podem ser culpados, pois nem conseguem reparar que estão mentindo. Quem não se lembra de mamãe algum dia ter lhe dito, ao toque de um telefone em hora imprópria “Diga que não estou ...”. Quantas vezes fomos obrigados a dar “beijos mentirosos” quando éramos crianças, ou até mesmo pedir “desculpas mentirosas”.
Não, não estou falando desse tipo de mentira, mas daquele em que a pessoa mente de graça, faz da mentira seu modus vivendi. Essas pessoas são a própria mentira. Seu caráter inescrupuloso as leva a acreditar que são muito espertas. Há um incansável desafio em atingir o objetivo que é simplesmente constatar que conseguiu enganar alguém. A cara de bunda que fazem quando lhes apresentamos as provas de sua mentira levam-nos a acreditar que se trata realmente de uma personalidade psicopata ou até mesmo esquizofrênica, pois essas pessoas realmente perdem o contato com a realidade.
Elas não seriam tão nocivas se todos nós soubéssemos identificar com rapidez seu verdadeiro caráter (ou falta de). Por outro lado, quando chegamos a conviver com alguma delas, não podemos culpá-las por nossas decepções ou sofrimento, pois alguém já disse que quando alguém nos engana a primeira vez, a culpa não é nossa, porém, quando alguém nos engana a segunda, a culpa é nossa. Concordo plenamente com essa afirmação.
Por já ter tido a oportunidade de conviver e conhecer muito bem essas pessoas, tenho muita prática em identificá-las. E sinto pena delas. Não têm uma vida própria, pois vivem sempre alguma vida inventada. E nunca são amadas pelo que são, mas pela imagem que tentam passar (e que conseguem muitas vezes). Mas, como toda mentira não consegue ter pernas longas, há uma fila enorme de desafetos em sua vida. Normalmente, em sua velhice terminam sozinhas ou com alguém que delas se compadecem.
Vale lembrar que a mentira muitas vezes não é dita; é exercida através de silêncios, omissões. Fazer uma pessoa acreditar numa situação ilusória também é uma mentira. Por isso, digo que não tenho pena de quem é enganado, mas tenho pena, sim, de quem engana. O enganado é apenas um bobo, mas quem engana é um doente.  Bobeira, é opcional.  Doença, não.

 


 Sueli Benko

32 comentários:

  1. Depois de ler este lindo texto,chego à conclusão que há mentirosos que são psicopatas e até esquizofrénico, eu tenho uma sobrinha assim, mente cada vez que abre a boca,tem um filho infelizmente AUTISTA com cinco anos de idade, sempre sobe que filho tinha esta doença, e sempre ocultou de toda a gente, até ao próprio marido,
    Eu acho que para ela o filho é normal,no entanto não fala, tem comportamentos que toda a gente vê que não é uma criança normal.
    Como normal não é a mãe, se tem tratado do filho no tempo certo, poderia ter resolvido parte da doença dele.

    um abraço,
    José.

    ResponderExcluir
  2. E o pior amiga é que eles encontram na internet uma cumplice.
    Aqui neste mundo virtual, as pessoas se fantasiam de algo ou de alguem que não são.
    Brincam com sentimentos, debocham de quem se entrega a uma fantasia.
    São pessoas inexcrupulosas, mesquinhas e mentirosas mesmo.
    É pena que algumas pessoas se divirtam em fazer ou ostros de palhaço, de bobo, mas se esquecem que ao final o palhaço no circo que montam, são eles proprios.
    Amei teu texto, copiado e guardado.
    Voc~e sempre me surpreende amiga.
    Bjos achocolatados

    ResponderExcluir
  3. Quando eu crescer, rsrs, quero ser assim como você, saber escrever bonito, claro e mostrando os lados das coisas.
    A mentira muitas vezes é uma doença mesmo.
    Temos que nos podar, pensar muito antes de deixar escapar uma mentira.
    Se torna vício, e dos piores.
    Lindo texto minha querida.
    Parabéns.
    Beijos com ternura no teu ♥
    Saudades, amo você.

    ResponderExcluir
  4. Oi Su!
    Existem pessoas sim que mentem por compulsão e isso acaba sendo considerada uma doença porque não conseguem se controlar (eu já tive clientes com este sintoma). Outros mentem pra manipular e atingir seus objetivos, que numa análise podem também ser considerados desiquilibrados.
    O restante das pessoas mente porque a mentira está instalada em nós. Quase o tempo todo mentimos pra nós mesmos, sendo o que não gostaríamos de ser e inevitavelmente vivendo num mundo de ilusões e fantasias. Outras vezes, somos nós que pedimos para que mintam pra gente, para não encararmos a verdade (ou a realidade).
    Este é um tema muito complexo, porque a mentira está incrustada nas raizes da humanidade. Por um lado vivemos uma vida procurando ser autênticos e por outro muitas vezes precisamos mentir pra ter uma boa convivência social.
    Quem disse que viver era fácil? rsrsrs
    Bjusssss

    ResponderExcluir
  5. Essa minha amiga é demais! Você discorre bem sobre qualquer assunto não é mesmo lindona? Taí, bom demais te ler. Bjs.

    ResponderExcluir
  6. Adorei o texto, profundo e muito verdadeiro. Inclusive, bastante pertinente à época em que estamos, pois já começou a propaganda eleitoral no rádio e na televisão. Parabéns!

    Abraços e ótimo domingo para o sexteto.

    Furtado.

    ResponderExcluir
  7. Querida amiga, a mentira só tem validade até a verdade aparecer. E é sempre muito desagradável quando somos obrigados a admitir que mentimos. Mas o que eu acho pior em mentir, é que a pessoa vai se enredando cada vez mais, criando novas situações, que ela mesmo passa a acreditar naquilo que criou. Por mais triste que seja uma verdade, é sempre melhor que uma mentira...Texto inteligente e verdadeiro...Beijocas

    ResponderExcluir
  8. Mana DU, mai uma vez sou obrigada a concordar em genero, núero e grau contigo. Principalmente qdo. somo enganados pela mesma pessoa, no memo assunto. rsrsrsrs.

    ResponderExcluir
  9. Oi Su,
    Te admiro muito, como disse a colega Majoli, quando crescer eu quero ser como você. Também cai, aprendi com a dor, renasci e estou renascendo, sou dura na queda e de aprender a cair às vezes me acho mais dura que o normal. Mas me levanto e sigo em frente. E se não pode ser 100% vou tentar viver os melhores 50% da minha vida. Também não gosto de mentiras. Mentiras que marcam, magoam, judiam, acabam com as pessoas sem que elas saibam que estão acabando com ela.
    Beijão Su, te gosto muito.

    ResponderExcluir
  10. Tem aqueles que de tanto mentirem acabam acreditando que é verdade e vão assim até o fim.
    Eu também identifico logo,é como se colocassem um CD em mim e estivesse riscado;empaca,pula,não toca rs...Já fui extremamente prejudicada por mentiras e engodos,tenho verdadeiro horror! Aquelas mentirinhas do dia a dia justificando um atraso com clientes etc.Todo mundo vez ou outra comete,mas jogos sem caráter para pra prejudicar alguém é coisa de espirito pobre e invejoso. Adorei o tema amiga,como sempre você é clara e manda o recado com elegância e maturidade. Amei! Montão de bjs e abraços

    ResponderExcluir
  11. Amiga linda,
    Sao pontos de luz como voce que ajudam a levantar o mundo da escuridao. Compaixao verdadeira eh conseguir se colocar na posicao do outro e isso voce faz muito bem, explicando o mundo triste em que o mentiroso vive. Que Deus os ilumine... nao deve ser facil!
    Te amo flor,
    Beijos,
    Marya

    ResponderExcluir
  12. Su, as "mentirinhas banais", aquelas que tiram alguém, ou nós mesmos, de alguma confusão, são até bem-vindas! O problema é quando somos enganados, alguém nos dá algum prejuízo bravo, fazendo se passar por nosso amigo ou gente boa. Aí, e já passei muito por isso, dá uma raiva que me faz entender certos homicídios. Mas, até agora, tenho me controlado! Bjoo!!

    ResponderExcluir
  13. Ola, meninas!
    Que belo encontro esse de vcs.

    E Sueli, esse post seu é perfeito. Acho até que o enganado nem tolo é. Há doentes bem talentosos, mas como vc msma disse: dignos de piedade, pq eles passam e nós passarinhos. (grande Quintana!)
    Adorei essa turminha!
    Bjs em todas as meninas

    ResponderExcluir
  14. Oi Su,
    Parabéns pelo post! Nada tenho a acrescentar ao tema, pois os comentários de seus outros amigos aqui já consiero suficientes.
    Então vou acrescentar outros tipos de mentiras:
    Em meus tempos de manutenção em informática, eu identificava "mentiras digitais" que faziam o PC dar pane... como assim? O próprio Windows seria uma "mentira" no sentido de que ele nasceu como uma cópia muito mal feita do "Mac OS" da Apple (que sempre rodou mais redondo que Skol e nunca pegou virus), mas é o "ruindows" que acabou vingando nesse mundo de ilusões e mentiras, coincidência ou não...
    Até hoje eu me dou o trabalho de desmentir e-mails com falsos alertas de virus (hoaxes), alertas sobre novas estratégias de assaltantes (que nunca foram noticiados na imprensa!), a Microsof dando notebooks de presente e a Nokia dando celulares, etc... é que mentira dá lucro aos spammers, aos criminosos cibernéticos e aos golpistas.

    Beijão do Rômmulo (Galera da Cris).

    --

    ResponderExcluir
  15. Su,
    muito bem escrito. verdades verdadeiras.
    um beijo bem grande do amigo
    Marco

    ResponderExcluir
  16. Olá Sueli, por cá se diz que " a mentira tem a perna curta, apanha-se mais facilmente um mentiroso, que um coxo"!
    Lindo o teu texto, bem discorrido e uma bela explanação, o mentiroso compulsivo, chega a um determinado ponto, que o próprio acredita nas suas mentiras. Detesto mentiras e mentirosos.

    Tem uma bela e boa semana.

    Bjs

    Sãozita

    ResponderExcluir
  17. A vida faz-me voltar...
    BOM DIA COM BEIJOS...

    ResponderExcluir
  18. Meninas, passei para lhes desejar um bom fim de semana e feriadão, bjs

    "Na suavidade das cores e textura de uma flor que com delicadeza espalha seu aroma sedutor,manifesta-se de forma natural uma mágica beleza
    encontrada igualmente nos seres plenos de amor."

    Valter Montani

    ResponderExcluir
  19. Karina Dal Sasso Mendes3 de setembro de 2010 14:34

    Oi Su, nossa, adorei cada palavra sua. Muitas vezes me pego fazendo minha filha pedir desculpas a um amiguinho, mesmo sabendo que ela estaria certa ... vou tomar mais cuidado com isso, pois não quero ensiná-la a mentir ...
    Se já te admirava como profissional ... agora vc tem ainda mais minha admiração ... Parabéns a você e a suas amigas pela iniciativa ... vou visitá-las sempre que puder ... Grande beijo Karina (Ribeirão Preto)

    ResponderExcluir
  20. Sabe amiga ja sofri muito com isso , ainda mais aqui na net , mas descobri uma maneira de conviver com isso , se a mentira não tiver prejudicando ninguém , eu respeito a fantasia e deixo pra la , pq eu descobri que aqui tem muita gente solitária e precisa desta fantasia para enfrentar o mundo real
    bjs

    ResponderExcluir
  21. Pois é! Hoje eu fui a Bobona!
    Bonito post,meninas!
    Sandrinha to com saudade de tu! você pode me encontrar no Livro das Caras (Facebook)
    se tu estiveres inscrita, obviamente!Seria um prazer "falar" contigo...Sandra ou as amigas ;)
    Besito
    ;)

    ResponderExcluir
  22. Demorei, mas cheguei!!! Ai... primeiro deixa eu dizer que o espaço é lindo!!! Depois, dizer que eu queria estar bem no meio deste abraço. Depois... dizer que saudade dói, mata, fere.. e, que vocês são DEMAIS!!! Amiga, o texto como sempre está perfeito. Tudo aquilo que a gente pensa, sabe, conhece e que não tem competência pra colocar em palavras. É, a mentira é doença e, muitas vezes, a pessoa nem sente que faz. Pior é o desvio de caráter: aquela mentira que a pessoa fala (ou faz) com a devida consciência de que está machucando o outro. Sucesso, meninas! Bj enorme!!!!!

    ResponderExcluir
  23. Falou tuuudo... o maior enganado na história das mentiras é a própria pessoa que mente. Uma doença realmente digna de muita pena.

    ResponderExcluir
  24. Meninas, da minha parte odeio mentira, a verdade sempre sai de minha boca espontaneamente. Sei q muitas vezes as mentiras são necessárias, mas não consigo mentir. Adorei o post. Bjs

    ResponderExcluir
  25. Não suporto mentiras, e se for de amor, pior ainda. Verdades sempre, mesmo que doam. Beijos garotas.

    ResponderExcluir
  26. Parabéns ELAINE, mil felicidades, hoje e sempre. Montão de beijos e abraços.

    ResponderExcluir
  27. Muito justo uma pessoa como você, Sueli, escrever sobre a mentira. Você que é pessoa mais correta e leal que eu conheço. Conheci e convivi com alguns mentirosos patológicos, pessoas que talvez considerem sua vida insuficientemente rica para ser valorizada e por isso vivem num mundo de fantasias. Super beijo! (Lúcio)

    ResponderExcluir
  28. Querida amiga,
    Texto muito bem escrito, grandes verdades... Parabéns. Beijocas

    ResponderExcluir
  29. Ótimo texto que expressa td sobre mentira. Parabéns!!!

    Bjs

    ResponderExcluir
  30. O texto é otimo, o blog é lindo, as donas deste blog são maravilhosas, Pinks, rosas, cheirosas e eu adoro estar aqui.
    Beijossssssssssssss

    ResponderExcluir
  31. Sabe Su, Ivan diz uma frase que demorou para que eu assimilasse -"Minta, minta, minta, um dia alguém acreditará na sua mentira, até você"(sic) , isto se referindo a quando eu sofria ao descobrir a mentira alheia. Ao metabolizar esta frase passei a compreender como o mentiroso compulsivo é um doente carente de convivio social e em busca do mundo egoístico que cria para si . Maravilha de texto! Beijos no coração.

    ResponderExcluir
  32. nossa!!!!
    perfeito...
    um mentiroso compulsivo, me da raiva...é uma doença que machuca muita gente...

    ResponderExcluir